Open Source Sofware

Trânsito

Aracaju alcança redução de 39% no índice de acidentes de trânsito sem vítimas




22.03.21 20:09


A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Aracaju registrou uma queda de mais de 39% no índice de acidentes sem vítimas na cidade. O percentual se refere aos dados obtidos em janeiro e fevereiro deste ano, quando 350 acidentes apenas com danos materiais foram computados pelo órgão. Já no mesmo período de 2020, foram 575 acidentes da mesma natureza.


Ao analisar os acidentes não fatais também é possível perceber uma redução de 10%, segundo dados parciais da SMTT, já que foram 174 registros nos dois primeiros meses deste ano, contra 195 no mesmo período em 2020. Esses dados têm como fonte a SMTT, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e o Instituto Médico Legal (IML).


O superintendente da SMTT, Renato Telles, fala sobre as reduções dos acidentes e ressalta a importância da população respeitar ainda mais as sinalizações e leis de trânsito para a construção de um trânsito mais seguro para todos. Ele acrescenta que a Prefeitura de Aracaju vem investindo na mobilidade, o que contribui também para a segurança e organização do trânsito.


“Toda redução de trânsito é bem-vinda, mas precisamos continuar reforçando a importância de se ter ainda mais boas práticas no trânsito. A Prefeitura de Aracaju construiu os corredores de mobilidade, está fazendo o recapeamento de vias e a SMTT vem intensificando a implantação de sinalizações. O trânsito na cidade hoje, está bem melhor e contamos com a população para o respeito as leis e sinalizações”, disse.


Ele conta ainda que essas reduções são frutos de outros fatores também, dentre eles o trabalho dos agentes de trânsito e da Coordenação de Educação para o Trânsito (CET) da SMTT. “A movimentação nas ruas da cidade diminuiu por conta da pandemia do novo coronavírus, o que de certa forma contribuiu também para a redução do número de acidentes, mas não podemos deixar de reforçar a eficácia do trabalho dos agentes na organização, monitoramento e fiscalização do trânsito, da equipe de Educação que leva, diariamente, mensagens de conscientização para a população, e das obras dos corredores de mobilidade”, destaca o superintendente Renato Telles.


Acidentes fatais


Os dados do mesmo período (janeiro e fevereiro) permitem perceber que houve uma ocorrência de acidente fatal a mais que no ano anterior. De forma que foram 6 óbitos este ano e 5 no ano passado, de acordo com dados parciais da SMTT.



telefones-home620

banner-fala-cidadao3