Open Source Sofware

Trânsito

Prefeitura sinaliza e interdita vias nas imediações das agências da Caixa para o ordenamento de filas




04.05.20 19:57



Com o objetivo de garantir à população um espaço adequado para o ordenamento de filas, respeitando o decreto que recomenda o distanciamento social para reduzir os riscos de contaminação pelo novo coronavírus, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), iniciou na manhã desta segunda-feira, 4, a interdição do trânsito em vias públicas próximas às maiores agências da Caixa Econômica Federal na capital: Serigy, Siqueira Campos e DIA.  

 
Além das interdições e da atuação de agentes de trânsito para fazer os bloqueios e orientar os condutores, a equipe da SMTT pintou setas no chão para demarcar o posicionamento das pessoas que estão na fila. “Pensando na segurança da população, fizemos este plano de ação e as três agências da Caixa já estão com sinalizações no chão para o ordenamento da fila. Respeitando o distanciamento, a pessoa protege a si e aos outros”, ressalta o superintendente municipal de Transportes e Trânsito, Renato Telles. 

 
Além disso, a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) instalou banheiros químicos no entorno da Agência Serigy, que é a mais movimentada da cidade. "São cinco banheiros: dois para o público masculino, dois para o feminino e um para pessoas com deficiência. Além disso, colocamos um lavatório, que fica ao lado, para que as pessoas possam higienizar as mãos após utilizar o banheiro”, detalha o diretor-presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas.

 
A medida surpreendeu positivamente as pessoas que precisaram ir à Caixa nesta segunda-feira, 4. O desempregado Natanael Santos foi ao banco buscar informações sobre o auxílio emergencial do Governo Federal e aprovou o modo como a Prefeitura organizou a fila. “Do jeito que estava, não poderia continuar mais. Toda aquela aglomeração era arriscada, mas, desse jeito, a gente se sente mais seguro”, disse.

 
Mas, para que a medida tenha eficácia, a população precisa colaborar, como lembra a dona de casa Cláudia Silva, que foi à agência da Caixa no Centro também em busca de serviços referentes ao auxílio. “Tem que seguir as setas pintadas no chão, só se deslocar quando o da frente já tiver ido, para que todo mundo possa ser atendido pelo banco sem risco de contágio”, explicou. “E tem que usar máscara também. Eu já estou com a minha”, completou.

 
Sobre a interdição

Na região da Agência Serigy, que fica no calçadão da avenida da rua João Pessoa, no Centro, foi feito um bloqueio de 110 metros na travessa Baltazar Góes. Já na Agência Siqueira Campos, a travessa Irmã Gildete foi parcialmente bloqueada, em uma extensão de 40 metros. Já para atender o público que procura a Agência DIA, localizada na avenida Hermes Fontes, foi feito um estreitamento de pista. 

 
“Temos visto aglomerações nas portas das agências e isso não pode acontecer neste momento de pandemia. Por isso, colocamos em prática este plano para oferecer mais espaço para a formação das filas com o distanciamento social e o trabalho será contínuo. Diariamente, a partir das 7h até as 15h, os agentes de trânsito farão as interdições nas vias e essa ação vai durar até a finalização do pagamento do auxílio. Mas reforço que, a colaboração da população é fundamental para a organização da fila e segura de todos”, frisa Renato Telles. 

 
Transporte coletivo

Com os bloqueios das vias, três linhas do transporte público estão tendo seus itinerários temporariamente alterados: a 051-Atalaia/Centro; 200-2-Circular Indústria e Comércio 02 e a 709-D.I.A./Centro via Clínicas. Assim, os veículos dessas linhas farão o seguinte percurso: Terminal Centro, rua Capela, rua Propriá (lateral da Catedral), travessa Benjamin Constant e avenida Ivo do Prado.



telefones-home620

banner-fala-cidadao3